Número total de visualizações de página

terça-feira, 17 de abril de 2012

O AMOR é eterno



Adormeci a chorar, com uma tristeza que não soube descrever. Devem ser as hormonas...
Acordei na mesma.
Durante a viagem de carro, tocou Queen "I was born to love you". Durante a  manhã e ao aparecer a data, percebi tudo. Estúpidos sinais que insistem em revelar-se. Em fazer-me lembrar que quero esquecer estes dias.

Hoje farias 47 anos.
A morte veio anunciada, de fininho, má! E roubou-nos tempo, partilhas e cumplicidades.

Mas estás por aqui. Eu sei.

Ainda te amo, "Fantalinho"

(Ao meu querido primo Fernando)

Sem comentários: