Número total de visualizações de página

quarta-feira, 25 de abril de 2012

1974

Não consigo dizer nada. As sensações e pensamentos são tantos, que tudo se atropela. E depois já li e ouvi tanta atrocidade, que tenho a minha dose por hoje.
Continuo a gostar de um 25 de Abril, acontecido em 1974.

2 comentários:

Eolo disse...

"Nao basta pregar um prego
Para ter um bairro novo
Só "unidos venceremos"
Reza um ditado do Povo
E se a má lingua nao cessa
Eu daqui vivo nao saia
Pois nada apaga a nobreza
Dos índios da Meia-Praia"

Luísa Lopes disse...

"Não há machado que corte
a raíz ao pensamento
não há morte para o vento
não há morte

Se ao morrer o coração
morresse a luz que lhe é querida
sem razão seria a vida
sem razão

Nada apaga a luz que vive
num amor num pensamento
porque é livre como o vento
porque é livre"

Manuel Freire