Número total de visualizações de página

sábado, 10 de março de 2012

Estou cansada



Estou cansada.
De contar os dias
De esperar por gargalhadas sinceras, por abraços quentes
De ter medo da morte, de não a entender e da solidão e sofrimento que adivinho nos meus devaneios 

Estou cansada
De me zangar comigo, por dar impotância a coisas que realmente não têm importância nenhuma
Do politicamente correcto, da hipocrisia necessária para me salvaguar da tanta maldade
De não me habituar a este sítio e resistir à mudança
Desta consciência lúcida das coisas e pessoas que me rodeiam

Estou cansada
De perder e recuperar  à velocidade da luz a fé em mim, nos homens e no poder divino
Das minhas rotinas, das quais não tiro qualquer prazer
De me arrepender de tudo o que não fiz e não faço
De sonhos toldados, das saudades que sinto

E hoje é assim: sinto-me velha, sinto-me triste

Estou cansada

1 comentário:

Coisas de Feltro disse...

Nem acredito de acabei de ler exactamenete aquilo que sinto!
beijo cumplice