Número total de visualizações de página

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Situações embaraçosas, sentido do ridículo e por aí fora.


Quem não passou já por situações no mínimo estranhas que se acuse. Desde a sala de espera do dentista em que o pessoal está todo de sorriso literalmente amarelo, à do psiquiatra em que fingimos que lemos uma revista enquanto pensamos se o gajo do lado tem uma faca no bolso e de repente avaria-se-lhe a mola, um espermograma por exemplo, (agora tem de encher o frasquinho) ou outras bem mais graves como acompanhar um doente oncológico a uma consulta que sabemos decisiva, fazer o sorriso 37 (sabe-se lá com que tomates) e dizer com cara de parva: Vai correr tudo bem!
Lembrei-me hoje da enfermaria onde estive quando nasceu a minha filha, 9 mulheres todas cozidas até às entranhas ( lembro-me de pedir ao médico que não cosesse tudo) e que todas as manhãs estavam de perna aberta, tudo ao ao léu para a visita do ginecologista. Lindo de se ver! E irmos todas para a mesa comer, mas ajoelhadas na cadeira, que isso de sentar, vai lá vai, mas que como é comum a todas, ok, a coisa banaliza-se e passa tudo, a vergonha o pudor.
E tantas coisas mais...
Isto a propósito de balneários de ginásios. Simplesmente deprimente. Traumatizei, hoje.
Habitualmente não ligo, estou-me nas tintas para quem se despe e veste, para quem toma banho ou nem por isso, se tenho celulite e...que horror, agora aquela mongas tá a olhar para mim...
Pois hoje dei comigo a analisar o fio dental, a tanga ou como lhe queiram chamar. Já algum tempo que tinha percebido que o gajedo anda todo de fio dental.
Nada contra, há rabos lindos onde um fio dental fica a matar, ou ocasiões especiais ou roupas que estão mesmo a pedir decrição etc.
Mas depois há os rabos flácidos (tapem-nos sim?) os tipo bolacha que não se sabe muito bem onde pôr a porra do fio e as bundas em que se calhar era melhor nem pôr nada mesmo, porque simplesmente desaparece.
E como dizem por aqui:
"En el culo, lo justito"
E como costumo dizer eu: converseta de ir ao c*!!!!

Não ando bem, eu sei.

4 comentários:

Ana disse...

Ahahahhahahahahahhahahahhahahhahah!
Tu, matas-me!

C.F. disse...

Eh, eh, eh... desvaneios de uma gaja deliciosamente louca. Beijinhos (e as melhoras :)))

Utena disse...

E não é que é mesmo essas as coisas que se vêm no ginásio?

Ana disse...

Chavala, selo para ti, no meu blogue :)
Beijo.